Bolsonaro fala em “medidas legais” após ações do STF

0
105
jair bolsonaro contra o STF
Presidente Jair Bolsonaro durante coletiva ao sair da reunião no Ministério de Minas e Energia onde tratou sobre energia (petróleo e solar) com o ministro Bento Albuquerque e os presidentes da Petrobras E ANP. | Sérgio Lima/Poder360 05.jan.2020|

Na noite de quinta-feira, o presidente, Jair Bolsonaro, usou o Twitter para afirmar que vai tomar “todas as medidas possíveis”, pois não vai “assistir calado”, enquanto “direitos são violados e ideias são perseguidas”.

O tweet faz referência ao fato de aliados do governo terem seus sigilos fiscais quebrados a mando do STF.

Ao todo a PF cumpriu 21 mandados de busca e apreensão, numa operação que investiga manifestações antidemocráticas.

Foram alvos dirigentes da sigla que o presidente tenta fundar, o Aliança pelo Brasil, blogueiros, deputados e youtubers de direita e etc.

A operação foi autorizada pelo ministro do STF, Alexandre de Moraes.

ATAQUE A DEPUTADOS DA BASE

Moraes também determinou a quebra de sigilo bancário de dez deputados federais e um senador da base de governo do presidente. Tudo isso no âmbito do que foi considerado um ataque a democracia, e em particular, aos ministros do STF.

O presidente deu a entender que não considera que a democracia esteja em perigo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui