Quem decide economia é Paulo Guedes, diz Bolsonaro

0
554
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Nesta segunda-feira (27), na saída de um café da manhã com Paulo Guedes e outras autoridades, o presidente Jair Bolsonaro ressaltou a importância do ministro da Economia.

 

     “O homem que decide a economia no Brasil é um só e chama-se Paulo Guedes” – Jair Bolsonaro.

 

O encontro ocorreu em momento oportuno, pois cresciam os rumores de um descontentamento de Guedes sobre a política do governo, em especial o Plano Pró-Brasil.

Segundo Guedes, o Brasil teve de mudar sua estratégia econômica por causa da pandemia. Antes, o foco estava em reformas estruturantes, entretanto, com a crise do coronavírus, foi preciso adotar medidas essenciais no sentido de oferecer auxílio governamental para quase 50 milhões de pessoas.

De acordo com o ministro, esse esforço de conter a crise continua, mas muito em breve haverá no Congresso a “aprovação de um importante programa”. O objetivo é descentralizar e distribuir recursos para Estados e municípios.

“Nós estávamos crescendo acima de 2% quando bateu a crise do coronavírus […] só que é um ano excepcional, extraordinário. No ano que vem, estaremos certamente crescendo com os investimentos”, garantiu o ministro.

FUNCIONALISMO PÚBLICO

Guedes cobrou dos servidores públicos “sacrifícios pelo Brasil”. O ministro foi enfático pedindo para que o funcionalismo público entenda e não fique “com a geladeira cheia enquanto milhões de brasileiros estão perdendo emprego”.

“Eles vão ficar sem pedir aumento por algum tempo […] Não peçam aumento por um ano e meio, colaborem com o Brasil”

No café da manhã, estavam presentes também os ministros Tarcisio de Freitas (Infraestrutura), Tereza Cristina (Agricultura e Pecuária), André Luiz de Almeida Mendonça (Advocacia-Geral da União) e o presidente do Banco Central, Roberto Campos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui