UE e EUA querem monitorar China

0
57
Divulgação/ Serviço Audiovisual da União Europeia (UE)

A União Europeia está preocupada com o comportamento comercial da China e planeja união estratégica com EUA.

Ainda não há um comentário oficial sobre o acordo bilateral para monitorar a China, mas autoridades norte-americanas e europeias dão sinais. Josep Borrell, Alto Representante da UE para os Negócios Estrangeiros, declarou que teve um contato com o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo.

“Eu sugeri iniciar um diálogo bilateral distinto com foco na China e nos desafios que suas ações e ambições significam para nós, Estados Unidos e a União Europeia”.

O motivo é que a China não faz esforços para abrir seus mercados às empresas estrangeiras. Além de também utilizar práticas desleais para desequilibrar a concorrência.

“Existem problemas que enfrentamos juntos no relacionamento com a China e onde nossa cooperação é muito importante para resolvê-los em conjunto. É importante permanecer junto com os EUA para compartilhar preocupações e buscar bases comuns para defender nossos valores e interesses”, explicou com relação ao conteúdo de seu contato com Pompeo,

O porta-voz dos EUA, Morgan Ortagus disse que a conversa com os pares europeus girou em torno da proteção da democracia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui