Papa francisco preocupado com Manaus

0
206
MAX ROSSI / REUTERS

O arcebispo de Manaus, dom Leonardo Steiner recebeu uma ligação do papa Francisco, no último sábado (25). Francisco queria saber o que estava acontecendo na capital, porque estava preocupado com os povos indígenas.

O arcebispo explicou a situação, que está bastante preocupante, pois Manaus é o local com maior número de mortes e infectados de toda a região amazônica.

O papa tem especial carinho pela Amazônia, que considera entre as prioridades. Ano passado, no Vaticano ocorreu o sínodo inédito sobre a região. O objetivo é fortalecer a presença fraterna da Igreja Católica entre os povos tradicionais.

LUTA CONTRA A MALÁRIA

Ao final da oração deste domingo (26), o Papa Francisco lembrou ao fiéis e ao mundo uma outra terrível batalha: contra a malária.

Sábado foi o dia internacional de luta contra a malária.

“Ao combatermos a pandemia de coronavíris, também devemos aumentar o compromisso de prevenir e curar a malária que ameaça milhões de pessoas em muitos países”, disse o pontífice.

O papa ressaltou estar ao lado de todos os doentes e daqueles que tentam combater esses flagelos.

Dados de 2017, mostram que cerca de 219 milhões de pessoas foram infectadas pela malária no mundo. Mais de 90% das vítimas fatais (435.000) estão na África.

As informações são da Organização Mundial da Saúde (OMS), que também alerta para o crescimento do número de mortes por malária. A África subsaariana está chegando a 770.000 esse ano, o que representa duas vezes mais que o ano passado. A doença é especialmente devastadora, porque atinge principalmente as crianças.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui